VAR na Premier League

VAR VAR VOOM

O VAR na Premier League explicou: Que decisões podem ser revisadas e o que é diferente na arbitragem em vídeo?

Duncan Wright – 20 Out 2019, 17:08 – Atualizado: 20 out 2019, 17:09

Após quase três anos de testes, o VAR chega à Premier League nesta temporada.

Os chefes dos árbitros e o jogo inglês finalmente criaram uma maneira de usar replays para ajudar oficiais da liga mais rica do mundo.

O VAR será usado na Premier League nesta temporada pela primeira vez.

Mas a maneira como o VAR é usado na Premier League será diferente de outras competições, pois o Professional Game Match Officials Ltd apresenta sua própria maneira de implementar as leis do jogo.

O objetivo é evitar a repetição das cenas ridículas da Copa do Mundo Feminina, que viram uma série de partidas arruinadas pela constante interferência da ref do vídeo.

Quando o VAR pode ser usado nos jogos da Premier League?

O VAR será usado em todos os jogos da 360 Premier League nesta temporada.

Só será usado para incidentes envolvendo:

  • cada gol marcado
  • cada penalidade concedida
  • cada cartão vermelho direto mostrado
  • casos de identidade equivocada

A tecnologia não pode ser usada para aconselhar sobre:

  • cartões amarelos, incluindo segundos amarelos
  • faltas potenciais em jogo aberto comum
  • para decidir sobre prêmios de canto ou reposição.

O VAR também pode alertar os árbitros sobre incidentes de falta cometidos por um árbitro, como um incidente fora da bola.

Quando a regra de erro claro e óbvio é aplicada?

As decisões subjetivas são as únicas em que a regra clara e óbvia é aplicada, e o PGMOL instruiu os funcionários de que deveria haver um nível alto antes de anular as decisões.

Incidentes que são subjetivos incluem faltas potenciais concedidas ou não, simulação e bola na mão.

As decisões factuais não estarão sujeitas ao teste claro e óbvio – elas são tratadas como decisões de sim / não.

Essas decisões factuais giram em torno de:

  • um jogador estava impedido?
  • houve uma falta dentro ou fora da grande área?
  • a bola estava dentro ou fora de jogo levando a um gol?

Isso significa que mesmo as decisões mais restritas de impedimento serão tomadas como factuais sim ou não, se houve um erro óbvio cometido ou não

Quanto tempo o VAR pode levar na Premier League?

Durante a Copa do Mundo Feminina, um incidente foi assistido 29 vezes antes de uma decisão ser tomada, levando quatro minutos e meio para tomar uma decisão.

A PGMOL e a Premier League estão desesperadas para evitar isso.

Funcionários do VAR foram informados de que podem revisar um incidente no máximo três vezes em velocidade máxima e três repetições em câmera lenta – e se um crime não for claro e óbvio nesse ponto, eles devem seguir em frente.

Os dados da liga mostram que, quando um gol é marcado em partidas de PL, o jogo é retomado em média 62 segundos depois, devido às equipes comemorarem etc.

Nos 69 testes em tempo real realizados pelo PGMOL, a maioria dos objetivos é eliminada pelos funcionários nesse período.

Quando os objetivos são anulados, o tempo médio necessário para chegar a essa decisão é de 84 segundos.

Se um crime ocorreu anteriormente em uma passagem de jogo antes de um gol ser marcado, o árbitro de campo em primeiro lugar e o VAR em segundo lugar determinarão se isso afetou diretamente essa fase do jogo.

Se uma nova fase do jogo for iniciada, qualquer ofensa anterior é eliminada.

Os árbitros do jogo terão que verificar o monitor de campo antes de tomar uma decisão VAR na Premier League?

A resposta curta é não.

Os números mostram que cada vez que os árbitros assistem a uma TV no lado do campo, o jogo é interrompido por 90 segundos, interrompendo gravemente o fluxo do jogo.

Na Premier League, a maioria dos incidentes será revisada pelo VAR com acesso aos replays e o árbitro em campo aceitará sua decisão sem precisar verificar.

O único momento em que o monitor no solo será usado é para os incidentes que o árbitro perdeu, geralmente envolvendo um jogo sujo grave, que foi detectado pelo VAR.

O que os fãs nas instalações da Premier League serão informados sobre os cheques VAR?

Quando as checagens são feitas e nenhuma ação é necessária, o jogo poderá continuar sem problemas, para que nenhuma mensagem seja transmitida aos torcedores nas arquibancadas.

Se o VAR anulou um incidente, as mensagens serão exibidas nas telas por todos os motivos, explicando o motivo e mostrando uma reprodução ou imagem do momento decisivo.

Isso inclui a exibição de um replay quando um jogador tiver decidido mergulhar para receber uma penalidade que o árbitro em campo havia concedido incorretamente.

Como os fãs de Old Trafford e Anfield serão informados sobre as decisões do VAR, pois não têm telas?

Manchester United e Liverpool são os únicos dois lados da Premier League sem uma tela grande no estádio.

Nesse caso, mensagens podem ser feitas nos placares eletrônicos e os anunciadores do estádio serão solicitados a transmitir a decisão sobre o tannoy para que os fãs possam entender o que aconteceu.

Quantos oficiais do VAR existem na Premier League e onde eles estão localizados?

Existem 23 árbitros assistentes de vídeo treinados – os 18 da primeira classe já estão na rota da Premier League e os cinco melhores dentre os do campeonato.

Eles serão baseados no hub VAR nos escritórios de produção da Premier League em Stockley Park, perto do aeroporto de Heathrow.

Cada partida terá um VAR, um VAR assistente e uma pessoa responsável por fornecer os replays.

O assistente está disponível apenas para continuar assistindo a ação ao vivo enquanto o VAR toma uma decisão enquanto um jogo ainda está em andamento.

Somente o VAR pode tomar uma decisão, não pode consultar seus assistentes ao lado deles.

O VAR dominará bola na mão e goleiros nos pênaltis nos jogos da Premier League?

A Premier League está interpretando as leis do jogo de maneira diferente da maneira como os jogos foram refutados na Liga dos Campeões e na Copa do Mundo Feminina.

Para bola na mão, a barra PGMOL é mais alta para um oficial conceder uma penalidade do que vimos na Europa e na Copa do Mundo. O VAR pode intervir apenas em casos de erro claro e óbvio, o que deve resultar em menos interferência.

Com a tecnologia da linha de gol, nos pênaltis, o único trabalho do árbitro assistente em campo é detectar se um goleiro sai da linha antes do chute.

https://www.thesun.co.uk/sport/football/9625785/var-premier-league-rules-2019-20-video-referee/

Tradução: Google

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s