VAR na Copa do Brasil

Entidade aproveitará período da Copa do Mundo para concluir exigências para o uso do árbitro de vídeo já nas quartas de final da competição nacional


Por Giba Perez, Rio de Janeiro

 

Os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil foram definidos em sorteio realizado nesta quarta-feira na sede da CBF, e a próxima fase da competição nacional traz uma novidade: o uso do árbitro de vídeo. A tecnologia, porém, ainda não está garantida, já que depende da aprovação da Fifa, que analisará se a entidade brasileira cumpriu todas as exigências pré-estabelecidas.

– A Fifa está sendo rigorosa com todos países em relação à implantação do projeto. Se faltar um detalhe, não é autorizado. Tudo será feito e enviado para a Fifa, eles vão analisar e dar o “ok”. Se faltar uma das fases, não será autorizado. É um processo muito rigoroso. A CBF está investindo pesado, mas o protocolo é rigoroso – afirmou Sérgio Correa, Coordenador do Árbitro de Vídeo da CA, a Comissão de Arbitragem – CBF

Chaves definidas das quartas de final da Copa do Brasil (Foto: Giba Perez)

Chaves definidas das quartas de final da Copa do Brasil (Foto: Giba Perez)

 

Já testado na fase final da Copa Libertadores de 2017, o sistema será utilizado também na Copa do Mundo, que começa no próximo dia 14 de junho, na Rússia. Inclusive, o período de pausa para o Mundial será essencial para a finalização do treinamento dos árbitros.

– Em junho agora, durante a Copa, estaremos treinando os árbitros, assistentes e os instrutores, que ainda não temos no Brasil, à exceção do Manoel Serapião e do Alicio Pena Júnior – explicou Correa.

Para que a tecnologia possa ser utilizada nas quartas de final da Copa do Brasil, a comissão precisa cumprir todas as exigências até 15 dias antes da primeira data da próxima fase (que é dia 1º de agosto).

O modelo de sorteio adotado pela CBF para definir as equipes de arbitragem também precisa ser analisado, já que a Fifa exige a definição da equipe cinco dias antes do confronto e a Confederação trabalha com prazo de 48h.

– Se for sorteado um árbitro que não esteja na relação dos aprovados para o uso do VAR, vai ser vetado. Vai ter que sortear de novo. Mas o VAR pode ser indicado. Em 2017, 64 deles passaram por um treinamento e a comissão vai selecionar metade. Não existe a possibilidade de ter um jogo com VAR e outros sem. Ou os quatro, ou nenhum – concluiu o Coordenador do Árbitro de Vídeo da CA, a Comissão de Arbitragem – CBF

Clubes comemoram a novidade

Os representantes de dois clubes que participaram do sorteio das quartas de final da Copa do Brasil, Corinthians e Grêmio, aprovaram a novidade.

– Eu acho importante. A oportunidade é muito boa, é uma fase decisiva, fica sempre desconfortável um erro gerar a classificação de qualquer uma das equipes. É importante que a gente se esforce para aprimorar, evoluir e diminuir os erros – disse o gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes.

– O Grêmio é o time que mais participou de jogos com o VAR (semifinais e finais da Libertadores e Mundial de 2017 e Recopa de 2018). Eu acho muito bom que a CBF queira colocar já nessa fase. É importante para a justiça do resultado e ajudar a arbitragem em jogos tão importantes como esse – afirmou o diretor executivo de futebol do Grêmio, André Zanotta.

Taça da Copa do Brasil  (Foto: Giba Perez)

Taça da Copa do Brasil (Foto: Giba Perez)

As quartas de final da Copa do Brasil têm as datas definidas para 1º, 8, 15 e 29 de agosto. Abaixo os confrontos (os times em negrito fazem o primeiro jogo em casa):

Grêmio x Flamengo
Corinthians x Chapecoense
Vasco ou Bahia x Palmeiras
Santos x Cruzeiro ou Atlético-PR