MELHORES DA RODADA 1 – A/2017

ANÁLISE DE DESEMPENHO

18/05/2017 às 19:58 | Assessoria CBF

Ranking da arbitragem no Brasileirão – 1ª rodada

Créditos: Washington Alves/Cruzeiro

A Comissão de Arbitragem da CBF vai premiar os melhores árbitros no fim do Brasileirão 2017. Os vencedores serão determinados pela soma da pontuação contabilizada durante todo o campeonato. Este ano, o ranking está sendo elaborado a partir dos dados do sistema de análise de desempenho usado pela entidade.

O presidente da Comissão de Arbitragem, Marcos Marinho, explicou que as notas dependem da performance em cada rodada, levando em consideração quesitos técnicos, físicos e mentais.

– Na parte técnica, são avaliados itens como os critérios adotados, marcação de faltas e aplicações de cartões. Pelo lado físico, a análise considera questões como posicionamento, velocidade de deslocamento e tempo de reação. Já no mental, entra os fatores emocionais, como a postura e o controle da partida – informou Marinho.

No decorrer da competição, a CBF vai divulgar as melhores equipes de arbitragem, de acordo com o trabalho de seus respectivos integrantes nos jogos do Brasileirão. Confira os nomes e partidas em que atuaram.

ARBITRAGEM – BRASILEIRÃO – 1ª RODADA

Bahia 6 x 2 Atlético-PR – 14 de maio, domingo (16h) – Fonte Nova, Salvador (BA)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (AB/SP)
Árbitro Assistente 1: Daniel Paulo Ziolli (CBF/SP)
Árbitro Assistente 2: Daniel Luis Marques (CBF/SP)
Quarto Árbitro: Ricardo Pavanelli Lanutto (CBF/SP)
Árbitro Assistente Adicional 1: Leandro Bizzio Marinho (AB/SP)
Árbitro Assistente Adicional 2: Rafael Gomes Felix da Silva (CBF/SP)

Palmeiras 4 x 0 Vasco – 14 de maio, domingo (16h) – Allianz Parque, São Paulo (SP)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA/PR)
Árbitro Assistente 1: Bruno Boschilia (FIFA/PR)
Árbitro Assistente 2: Victor Hugo Imazu dos Santos (CBF/PR)
Quarto Árbitro: Rafael Trombeta (CBF/PR)
Árbitro Assistente Adicional 1: Paulo Roberto Alves Junior (AB/PR)
Árbitro Assistente Adicional 2: Fabio Filipus (CD/PR)

Cruzeiro 1 x 0 São Paulo – 14 de maio, domingo (16h) – Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (AB/RJ)
Árbitro Assistente 1: Dibert Pedrosa Moises (CBF/RJ)
Árbitro Assistente 2: Michael Correia (CBF/RJ)
Quarto Árbitro: Carlos Henrique Alves de Lima Filho (CBF/RJ)
Árbitro Assistente Adicional 1: Leonardo Garcia Cavaleiro (AB/RJ)
Árbitro Assistente Adicional 2: Carlos Eduardo Nunes Braga (CD/RJ)

http://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/ranking-da-arbitragem-no-brasileirao-1a-rodada#.WSB0AWjhDIU

DECISÕES DA ARBITRAGEM

Comissão divulga 1ª lista de lances comentados

16/05/2017 às 17:56 | Assessoria CBF

Créditos: Rener Pinheiro / CBF

A Comissão de Arbitragem da CBF divulgou, nesta terça-feira (16), o primeiro pacote de “Decisões da Arbitragem” nas rodadas de abertura das Séries A e B, com comentários e análises. Ao todo, oito lances em sete jogos diferentes foram elencados, sendo sete na Série A e um na Série B.

Como informado na última semana, a CA vai divulgar ao fim da rodada do Campeonato Brasileiro vídeos com lances duvidosos das partidas, comentando as questões relevantes para levar ao público uma análise constante do trabalho.

Clique aqui para acessar a página das Decisões da Arbitragem.

Vídeos explicativos

Organizado por Ana Paula Oliveira, coordenadora nacional de Instrução, e por Alício Pena Júnior, presidente interino da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF), o trabalho também conta com um pacote de dados e vídeos que facilitam o entendimento das determinações do IFAB/FIFA.

Na parte denominada “Padrão de Arbitragem”, foram disponibilizados oito capítulos: “Golpear ou tentar golpear um adversário”, “Falta tática”, “Conduta violenta”, “A reclamação acintosa não será permitida”, “Entradas e Disputas”, “Tocar a bola com a mão”, “Comemoração de gol excessiva será punida” e “Invasão de campo na comemoração de gol será punida”.

http://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/comissao-divulga-1a-lista-de-lances-comentados#.WSBz7mjhDIV

TRANSPARÊNCIA…

… E INFORMAÇÃO

11/05/2017 às 21:05 | Assessoria CBF

CBF inicia trabalho inédito na arbitragem

Créditos: Fernando Torres / CBF

A Comissão de Arbitragem da CBF lançou, nesta quinta-feira (11), uma novidade que vai mudar a divulgação e o acesso do torcedor brasileiro às informações sobre o tema. Em parceria com a Diretoria de Competições da CBF, a entidade publicará, depois de cada rodada, vídeos com lances duvidosos dos jogos do Campeonato Brasileiro, comentando as questões relevantes para levar ao público uma análise constante do trabalho.

No site da CBF, já está no ar a nova categoria de conteúdo, em Arbitragem > Aplicação da Regra (clique para acessar). São três seções. Em “Diretrizes FIFA”, estão as regras do futebol atualizadas, com as últimas alterações chanceladas pelo International Football Association Board (IFAB) em março deste ano.

– Esse primeiro momento está sendo dedicado a orientação aos clubes, imprensa e torcedores. Todas as séries do Brasileirão vão começar e essas mudanças serão colocadas em prática. Enviamos ofício com todos os detalhes aos clubes e federações, além de alinhar o trabalho junto aos árbitros, assistentes e analistas de desempenho. A meta é melhor ainda mais o jogo para os torcedores que acompanham dentro do estádio e pelos meios de comunicação – destacou o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho.

Vídeos explicativos

Organizado por Ana Paula Oliveira, coordenadora nacional de Instrução, e por Alício Pena Júnior, presidente interino da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF), o trabalho também resultou em um pacote de dados e vídeos que facilitam o entendimento das determinações do IFAB/FIFA. Na parte denominada “Padrão de Arbitragem”, foram disponibilizados oito capítulos: “Golpear ou tentar golpear um adversário”, “Falta tática”, “Conduta violenta”, “A reclamação acintosa não será permitida”, “Entradas e Disputas”, “Tocar a bola com a mão”, “Comemoração de gol excessiva será punida” e “Invasão de campo na comemoração de gol será punida”.

http://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/cbf-inicia-trabalho-inedito-na-arbitragem#.WSBiWWjhDIU

Fifa anuncia …

19/05/2017 – 12h10

… novo fornecedor de tecnologia para árbitros de vídeo

Fonte: Folhapress

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Nesta sexta-feira (19), a Fifa anunciou que a Hawk-Eye Innovations é sua nova parceira para fornecer a tecnologia necessária aos árbitros assistentes de vídeo. Os serviços da empresa serão testados na Copa do Mundo sub-20, entre maio e junho, na Copa das Confederações, entre junho e julho, e no Mundial de Clubes, em dezembro.

Os testes com árbitros de vídeos da Fifa começaram no Mundial de Clubes do ano passado e tiveram sequência em amistosos de seleções desde então.

“A Fifa está confiante que a escolha do Hawk-Eye como fornecedor de tecnologia para os próximos torneios vai satisfazer as necessidades de uma inovação tão importante, cuja meta é melhorar a integridade e a justiça em nosso jogo”, afirmou Zvonimir Boban, secretário-geral adjunto da Fifa.

O objetivo da parceria é conseguir os melhores ângulos possíveis de câmera no menor tempo possível para ajudar os árbitros a tomarem melhores decisões. Os testes devem durar cerca de dois anos antes da Fifa tomar uma decisão definitiva sobre o uso de tecnologia no futebol.

De acordo com o comunicado emitido pela Fifa nesta sexta-feira, serão avaliados o comportamento dos jogadores, o comportamento dos árbitros, a resposta da torcida no estádio e a resposta de telespectadores das partidas antes de se chegar a uma decisão final sobre o tema, que deve ser anunciada em 2018 e 2019.

https://ricmais.com.br/sc/noticias/fifa-anuncia-novo-fornecedor-de-tecnologia-para-arbitros-de-video

AAV: Árbitros voltam à escola…

… para se familiarizarem com vídeo

Ideia é solucionar os polêmicos erros de arbitragem

Publicado em 18/05/2017, às 15h34

Massimo Bussaca, chefe do departamento de arbitragem, disse que os árbitros precisam estar prontos a nível tecnológico
BUSACA

Falta? Simulação? Pênalti? Cartão vermelho? É preciso recorrer ao vídeo? Em Coverciano, Centro de Treinamento da seleção italiana, 60 dos melhores árbitros do mundo trabalham com a vídeo-arbitragem, que será usada a partir deste sábado no Mundial sub-20 da Coreia do Sul.

Nas instalações da Federação Italiano de Futebol (FIGC), os melhores árbitros do mundo se reuniram em final de abril para seguir se familiarizando com o sistema de vídeo que promete solucionar os polêmicos e tão corriqueiros erros de arbitragem.

“Fazemos um dia no campo e outro na tenda -à beira do campo de jogo-. Também fazemos testes atléticos e teóricos. Estamos investindo a fundo nisso e posso garantir que não tivemos tempo de visitar Florença”, explicou à AFP o árbitro francês Clément Turpin, presente durante as sessões de aprendizagem no CT da Itália, na Toscana, e que também irá à Coreia do Sul como “assistente de vídeo”.

Nos últimos meses, a Fifa acelerou consideravelmente o ritmo dos testes do Assistente de Vídeo para Arbitragem (VAR na sigla em inglês), que como garante o presidente da entidade, Gianni Infantino, será utilizado na Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Para Pierluigi Collina, presidente da comissão de árbitros da Fifa, e Massimo Busacca, chefe do departamento de arbitragem, é precisar formar os árbitros para que estejam prontos, não só a nível tecnológico, para usar o novo sistema.

“Quanto melhores forem os árbitros e melhor preparados, mais poderão dizer ‘obrigado tecnologia, mas não preciso de você'”, afirmou Bussaca.

Já Collina lembra que “o objetivo é manter o ritmo e fluidez” do jogo. “Mínimas interferências, resultados máximos”, promete o ex-árbitro italiano.

– “Como um iPad” –

Melhorar a comunicação entre o árbitro principal e o VAR era o grande objetivo deste seminário organizado em Coverciano: saber quando interromper o jogo e quando deixar seguir uma jogada para perder o menos tempo possível.

“Você mexe a câmera, faz um zoom com os dedos, é como um iPad”, explica um dos técnicos a um dos árbitros encarregados de supervisionar uma ação conflitiva numa das telas de controle.

Dito assim parece fácil, mas na prática não é. No momento de analisar um lance, o russo Serguei Karasev se confunde de tela e assiste à transmissão ao vivo, ao invés de prestar atenção no monitor que transmite o replay.

 

Para Turpin, o mais importante é a comunicação com os técnicos encarregados do equipamento. “São eles os especialistas, que conhecem os ângulos, as câmeras. Prefiro tocar o menos possível para não perder tempo”.

Mais ou menos rápidos na tomada de decisões, mais ou menos cômodos com o uso da tecnologia, os árbitros desfilam sob a tenda, enquanto no campo de jogo Bussaca e jogadores das categorias de base da Fiorentina tratam de dificultar a vida dos árbitros principais com ações ‘no limite’: saída do goleiro nos pés do atacante, carrinhos dentro da área, bola não mão de maneira involuntária ou deliberada.

“Correto, correto. Sim, decisão correta, não aconteceu nada”; “Pênalti, amarelo para o goleiro”. “Já comprovamos. Espera! Espera!”. A comunicação na hora do uso do VAR precisa ser breve e clara. Ainda não é o caso.

– Um amigo –

Busacca se aproxima da tenda. “Hey! Quanto tempo precisam para marcar um pênalti? Uma hora? Assim não rapazes, quero vocês mais concentrados”.

O árbitro principal também se vê pressionado. “É pênalti ou não? Você que decide, não eu. Vermelho? Isso não é cartão vermelho não, nunca”, analisa Busacca, convertido numa espécie de professor que distribui comentários entre os alunos.

“Bem visto, Sato (para o árbitro japonês Ryuji Sato), excelente. Pênalti, claro. Nem precisa da tecnologia. É a opinião certa. Se você é bom não precisa do VAR”.

Publicamente, a tecnologia causa unanimidade de opiniões e todos os árbitros a elogiam. “Para nós é uma grande amigo. Não estamos mais sozinho em campo”, garante o holandês Bjorn Kuipers.

No fim, quando há discussão, a tecnologia sempre tem razão. É o que acontece quando um dos jovens jogadores da Fiorentina reclama de pênalti por mão na bola. “Três árbitros dizem que não, amigo. Um aqui e dois na tenda. Então não foi mão”, responde Bussaca.

http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/esportes/futebol/noticia/2017/05/18/arbitros-voltam-a-escola-para-se-familiarizarem-com-video-284437.php

AAV: Salgueiro x Sport

Árbitro de vídeo auxiliou José Woshington na partida entre Sport e Salgueiro. Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Árbitro de vídeo auxiliou José Woshington na partida entre Sport e Salgueiro. Foto: Diego Nigro/JC Imagem

FPF consegue liberação da Fifa para arbitragem de vídeo em Salgueiro

Publicado por Thiago Wagner em Instant Articles às 19:37

 

A Federação Pernambucana de Futebol conseguiu a liberação da Fifa para ter a arbitragem de vídeo no segundo jogo da final do Pernambucano, entre Salgueiro e Sport, no Cornélio de Barros, no Sertão do Estado, no dia 18 de junho. Na ida, na Ilha do Retiro, o confronto ficou empatado em 1×1.

Em entrevista ao Blog do Torcedor, o presidente Evandro Carvalho confirmou a liberação da Fifa. No entanto, ressaltou que esse sinal verde não é garantia da arbitragem de vídeo no segundo jogo da decisão do Estadual. O argumento é que existe toda uma análise de estrutura para a instalação dos equipamentos necessários para o vídeo.

“A Fifa já liberou para o segundo jogo e estamos vendo como será. Ainda não está certo que teremos porque evolve uma análise do estádio e os custos”, comentou Carvalho.

No jogo de ida, o árbitro de vídeo foi decisivo no lance que proporcionou o gol do Salgueiro, no último minuto da partida. José Woshington marcou pênalti para o Carcará e recorreu ao vídeo para confirmar a penalidade. Ainda assim, a marcação provocou debate entre os clubes.

BOLA DA FINAL

Este conteúdo foi produzido pelo Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. Para compartilhar, use o link http://blogs.ne10.uol.com.br/torcedor/2017/05/18/fpf-consegue-liberacao-da-fifa-para-arbitragem-de-video-em-salgueiro/

bola111

Como funciona o vídeo-árbitro?

A FIFA explica (vídeo)
17:35 – 17-05-2017
A FIFA publicou, esta quarta-feira, um vídeo a explicar como funciona o vídeo-árbitro, de forma a conseguir desmistificar o que é que as novas tecnologias conseguem, ou não, fazer.

A nova tecnologia irá atuar na análise de golos, penalties, cartões vermelhos e casos de identidade trocada (atribuição de lances, cartões).

A FIFA descreve o vídeo-árbitro como um processo de 3 passos: Incidente, análise, decisão. O vídeo mostra depois alguns exemplos.

O vídeo-árbitro chega a Portugal, dia 28 de maio, num domingo, para a final da Taça de Portugal entre Benfica e V.Guimarães

Portugal terá árbitro de vídeo

05/05/2017 18h29 – Atualizado em 05/05/2017 18h42

Portugal terá árbitro de vídeo já este ano ao custo de R$ 7 mil por partida.

País segue exemplo da Holanda e é segundo na Europa a anuniciar uso de tecnologia em todos os 306 jogos da Liga. Gasto total chega a pouco mais de R$ 2 milhões.

A Federação Portuguesa de Futebol confirmou nesta sexta-feira: todos os 306 jogos da Liga Portuguesa da próxima temporada, de 2017-2018 terão árbitros de vídeo para ajudar nas decisões do árbitro principal dentro de campo. Segundo divulgou o “Planeta SporTV”, serão gastos 600 mil euros, o que equivale a pouco mais de R$ 2 milhões, para ter a tecnologia a serviço do esporte. A própria Federação Portuguesa bancará os custos.

Dividindo o montante do gasto total pelo número de partidas, chega-se à soma de aproximadamente 2 mil euros por jogo, cerca de R$ 7 mil. Com a decisão, Portugal é a segunda liga europeia a anunciar o uso do árbitro de vídeo em todas as partidas – a Holanda foi a primeira

O último teste do árbitro de vídeo antes do início do Campeonato Português será na final da Taça de Portugal, entre Benfica e Vitória de Guimarães, no próximo dia 28 de maio, no Estádio Nacional do Jamor.  A Liga de Portugal utilizou a tecnologia pela primeira vez na semifinal da Taça CTT, entre Vitória e Braga, e depois na decisão, entre Braga e Moreirense, todas no fim de janeiro deste ano.

A ideia é todo o monitoramento das imagens ficar centralizado no complexo chamado Cidade do Futebol, inaugurado há um ano pela Federação Portuguesa nos arredores de Lisboa, onde a tecnologia será instalada. Nas primeiras rodadas deverá ser habilitada uma unidade móvel de imagens próxima dos estádios onde haverá os jogos.

A Federação Portuguesa ainda vai instalar em todos os estádios sistema de monitoramento à beira do campo, para que o árbitro possa consultar sempre em caso de dúvida em algum lance.

http://sportv.globo.com/site/programas/planeta-sportv/noticia/2017/05/portugal-tera-arbitro-de-video-ja-este-ano-ao-custo-de-r-7-mil-por-partida.html

 

 

Itália aguarda ok da IFAB

Campeonato Italiano terá árbitro de vídeo na próxima temporada

Do UOL, em São Paulo 21/04/2017 – 11h55

A Itália só aguarda uma autorização da International Board, órgão regulatório das regras do futebol, para oficializar o árbitro assistente de vídeo no Campeonato Italiano na próxima temporada. Marcello Nichi, chefe de arbitragem … –

Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2017/04/21/campeonato-italiano-tera-arbitro-de-video-na-proxima-temporada.htm?cmpid=copiaecola

 

AAV: Recurrió al video

DEPORTES 07/05/2017 21:23

Árbitro brasileño recurrió al video y confirmó un penal en un partido final

La prueba de este domingo forma parte de los experimentos prácticos de videoarbitraje que fueron autorizados por la IFAB, organismo de Fifa responsable por las reglas del juego. Fue en la final del torneo estatal de Pernambuco.

El videoárbitro, usado este domingo por primera vez en Brasil en un partido oficial, provocó una polémica al ser concedido un penal al club Salgueiro en el último minuto de su visita al Sport, en el juego de ida de la final del campeonato estatal de Pernambuco.

El Salgueiro, un humilde club del interior de la región, aprovechó la decisión del videoárbitro y empató 1-1 por lo que ahora sólo necesita de una victoria por cualquier marcador en casa en el partido de vuelta para quedarse con el título.

Péricles Bassols, el videoárbitro y quien operaba las imágenes en una cabina al borde de la cancha, sólo intervino en el minuto 48 del segundo tiempo del partido disputado en el estadio Ilha do Retiro de la ciudad de Recife, cuando el central José Woshington decidió consultarlo sobre la jugada del penalti.

Tras examinar las imágenes de la acción en la que el volante Toty del Salgueiro cayó dentro del área en un choque con jugadores del Sport, Bassols dijo que había sido falta y recomendó la pena máxima, que fue confirmada por el central.

Tan sólo a los 56 minutos del partido, 8 después de la falta y mientras la jugada era evaluada, Jean Carlos cobró el penal y anotó el empate, tras lo que el referí dio el pitido final.

El Sport había abierto el marcador a los 27 minutos del primer tiempo por intermedio de André y ya daba como cierta la victoria.

El uso del videoárbitro en un partido oficial era inédito en Brasil, uno de los 13 países autorizados por la Fifa para ensayar el sistema en que un árbitro puede revisar los vídeos y estar en comunicación directa con el central.

La Confederación Brasileña de Fútbol (CBF), que trabaja en el videoarbitraje desde hace un año, consideró el debut de este sistema como un día histórico para el deporte en el país.

La CBF ya había hecho experimentos utilizando árbitros de vídeo como auxiliares.

Sin embargo y de acuerdo con las reglas de la entidad, el videoárbitro puede interferir en cuatro situaciones: para avisar al central si un gol fue legítimo o no, para aclarar si una falta fue penalti o no, para confirmar si una expulsión fue bien aplicada o no y para identificar a jugadores que fueron confundidos con otros al recibir una amonestación.

De acuerdo con la CBF, la prueba de este domingo forma parte de los experimentos prácticos de videoarbitraje que fueron autorizados por la IFAB (organismo de la FIFA responsable por las reglas del juego) antes de aprobar el uso del vídeo en partidos de fútbol.

La FIFA, que realizó las primeras pruebas oficiales del polémico “VAR” (Video Assistance Referee) durante el Mundial de Clubes de diciembre pasado en Japón, también está experimentando la tecnología para poder usarla en el Mundial de Rusia 2018.

http://diaadia.viapais.com.ar/deportes/arbitro-brasileno-recurrio-al-video-y-confirmo-un-penal-en-un-partido-final