Portugal terá árbitro de vídeo

05/05/2017 18h29 – Atualizado em 05/05/2017 18h42

Portugal terá árbitro de vídeo já este ano ao custo de R$ 7 mil por partida.

País segue exemplo da Holanda e é segundo na Europa a anuniciar uso de tecnologia em todos os 306 jogos da Liga. Gasto total chega a pouco mais de R$ 2 milhões.

A Federação Portuguesa de Futebol confirmou nesta sexta-feira: todos os 306 jogos da Liga Portuguesa da próxima temporada, de 2017-2018 terão árbitros de vídeo para ajudar nas decisões do árbitro principal dentro de campo. Segundo divulgou o “Planeta SporTV”, serão gastos 600 mil euros, o que equivale a pouco mais de R$ 2 milhões, para ter a tecnologia a serviço do esporte. A própria Federação Portuguesa bancará os custos.

Dividindo o montante do gasto total pelo número de partidas, chega-se à soma de aproximadamente 2 mil euros por jogo, cerca de R$ 7 mil. Com a decisão, Portugal é a segunda liga europeia a anunciar o uso do árbitro de vídeo em todas as partidas – a Holanda foi a primeira

O último teste do árbitro de vídeo antes do início do Campeonato Português será na final da Taça de Portugal, entre Benfica e Vitória de Guimarães, no próximo dia 28 de maio, no Estádio Nacional do Jamor.  A Liga de Portugal utilizou a tecnologia pela primeira vez na semifinal da Taça CTT, entre Vitória e Braga, e depois na decisão, entre Braga e Moreirense, todas no fim de janeiro deste ano.

A ideia é todo o monitoramento das imagens ficar centralizado no complexo chamado Cidade do Futebol, inaugurado há um ano pela Federação Portuguesa nos arredores de Lisboa, onde a tecnologia será instalada. Nas primeiras rodadas deverá ser habilitada uma unidade móvel de imagens próxima dos estádios onde haverá os jogos.

A Federação Portuguesa ainda vai instalar em todos os estádios sistema de monitoramento à beira do campo, para que o árbitro possa consultar sempre em caso de dúvida em algum lance.

http://sportv.globo.com/site/programas/planeta-sportv/noticia/2017/05/portugal-tera-arbitro-de-video-ja-este-ano-ao-custo-de-r-7-mil-por-partida.html

 

 

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s