COM MORAL

19/10/2017 às 23:09 | Assessoria CBF

Grande momento da arbitragem brasileira é exaltado

Créditos: Bruno

 A arbitragem brasileira vive um grande momento. Nas rodadas 17 e 18 das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA 2018, as duas últimas, houve um domínio de brasileiros na escala. Ao todo, foram 16 representantes, formando quatro quartetos de árbitro, assistentes e quarto-árbitros.

Um dos que representou o Brasil foi Ricardo Marques Ribeiro. O árbitro mineiro comandou Colômbia x Paraguai, na cidade de Barranquilla, e Uruguai x Bolívia, em Montevidéu, e teve desempenho nas duas partidas exaltado. Motivo de muita comemoração para ele.

– Tivemos um momento nas Eliminatórias, com quatro equipes de brasileiras atuando em jogos decisivos. Isso demonstra todo o investimento e o trabalho que têm sido feitos pela nossa Comissão de Arbitragem aqui no Brasil, nos dando todo o suporte. É uma ação em conjunto com a Conmebol para que a gente conseguisse realizar um excelente trabalho nestas duas últimas rodadas – destacou.

O baiano Alessandro Rocha Matos está no quadro da FIFA há 18 anos. O assistente é o brasileiro há mais tempo no seleto grupo. Nestas duas últimas rodadas das Eliminatórias, atuou em Venezuela x Uruguai, em San Cristóbal, e Equador x Argentina, na cidade de Atahualpa. Ele comentou este ciclo na carreira.

– Realmente, a arbitragem brasileira atravessa um grande momento. Vejo como um resultado do investimento que tem sido feito pela Comissão Nacional, através de cursos, e fomos designados para dois jogos de Eliminatórias: Equador x Argentina e Venezuela x Uruguai. Acredito que eu, o Anderson Daronco, Fabrício Vilarinho e o Rodolpho Toski cumprimos bem a missão e representamos bem o Brasil – acrescentou.

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: