OBJETIVO: MUNDIAL FEMININO

Árbitras participam de treino intensivo na Granja

11/02/2017 às 11:58 | Assessoria CBF

Na última sexta-feira (10), as três árbitras pré-selecionadas pela FIFA para atuar na Copa do Mundo de Futebol Feminino da França 2019 iniciaram um treinamento especial promovido pela Comissão de Arbitragem da CBF, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). No primeiro dia do curso multidisciplinar, Neuza Ines Back (assistente), Edina Alves Batista (árbitra) e Tatiane Sacilotti (assistente) atuaram no jogo-treino da Seleção Brasileira Feminina contra o Flamengo, participaram do treinamento psicológico, com a especialista Marta Magalhães, e do curso de abertura com Manoel Serapião, instrutor FIFA e diretor técnico da Escola Nacional de Arbitragem (ENAF).

Com orientação de Ana Paula Oliveira, coordenadora nacional de instrução (ENAF/CBF), as árbitras seguirão o treinamento por mais dois dias. Na manhã deste sábado (11), o trabalho será no campo, envolvendo jogadores. A tarde será dedicada às análises de vídeos e mais contato com a psicóloga. No domingo, último dia do curso, mais análises de vídeos, dessa vez com foco em falta tática, toque de mão, situações de área penal e técnicas de arbitragem.

Esta é a primeira vez que um trio feminino brasileiro tem treinamento voltado especificamente à preparação para um Mundial. Com Neuza, Edina e Tatiane no radar da FIFA para a Copa do Mundo de 2019, a CBF irá monitorar a situação do trio e enviará relatórios sobre o seu desempenho à entidade máxima do futebol.

Neuza Back – SC, Edina Alves – PR e Tatiane Camargo – SP

Para Ana Paula Oliveira, a iniciativa da CBF é fundamental para capacitar ainda mais as três árbitras e fazê-las chegar na França em 2019.

– Isso nunca tinha sido feito na história da CBF. É um momento diferente, feliz. Desejamos que todo esse trabalho e apoio seja entendido por elas e que elas correspondam. Porque, na verdade, a conquista maior não é nossa e sim delas. É um momento único para um árbitro. Falando de futebol feminino, um torneio olímpico e uma Copa do Mundo é o máximo da carreira de uma árbitra, que chegou ao topo. Temos dois anos para trabalhar bastante para que elas cheguem com qualidade e competência e possam fazer história sendo o primeiro trio feminino brasileiro em um Mundial.

http://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/arbitras-participam-de-treino-intensivo-na-granja?ref=featured#.WKBqAfnhDIU

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: