Uso de vídeo com calma

CBF está pronta para usar vídeo, mas pede calma e sugere mudanças

Gazeta Esportiva – 15/12/2016
Fifa pensa em liberar replays polêmicos e árbitro de vídeo
Responsável por coordenar arbitragem na CBF vê testes com vídeo de forma positiva (Foto:Reprodução/Twitter)
© Fornecido por Fundação Cásper LíberoResponsável por coordenar arbitragem na CBF vê testes com vídeo de forma positiva (Foto:Reprodução/Twitter) 

Em meio às polêmicas com o auxílio de vídeo nas partidas do Atlético Nacional-COL e do Real Madrid no Mundial Interclubes, a CBF diz que está pronta para implementar o sistema no Campeonato Brasileiro. A inovação, porém, deve acontecer com algumas alterações e apenas a partir de agosto de 2017, segundo o Presidente da Comissão de Arbitragem, Sergio Corrêa, que concedeu entrevista ao Sportv.

“O protocolo é muito claro e, como ele é muito rigoroso, trata até mesmo da comunicação com a mídia e com os torcedores. O projeto da CBF é um pouco mais conservador no sentido de que não teria essa pessoa com o vídeo no campo de jogo (para o árbitro de campo observar o lance) porque entendemos que como é um experimento, nós precisamos de tempo para que a tecnologia realmente se instale no futebol.”

“Vamos fazer um passo a passo e com a calma que a Fifa está querendo – ao menos na parte documental -, só podemos iniciar esse projeto a partir de agosto de 2017. Mas entendemos que é cedo. Estamos preparados desde agosto de 2016, mas teríamos que ultrapassar essa fase treinamento, de divulgação. Até mesmo os operadores de replay, que precisam ser treinados e trazer essa informação rapidamente para que não aconteça o que houve ontem, com 2 minutos e 30 de paralisação porque isso é um absurdo para a televisão”, completou Sérgio Corrêa.

Uma das dificuldades para implantar o sistema no Brasil a partir de agosto de 2017 é que o Campeonato Brasileiro estará entre o primeiro e o segundo turno. Como os 20 clubes da Série A precisariam concordar com a inovação, existe o temor de que erros de arbitragem na primeira metade do torneio influenciem a decisão.

“O tele-árbitro só vai informar o árbitro de campo em situações específicas – de gol, pênalti, impedimento (seguido de gol). A informação é sempre muito direcionada, se o árbitro tiver dúvida no jogo, ele pode parar, fazer o sinal correspondente e pedir o auxílio. Assim, o árbitro de campo vai poder ouvir quem está no vídeo, que será um especialista, porque se não ele poderá estar cometendo um erro ainda maior. É uma fase experimental, mas estão (Fifa) acelerando isso para colocar no Mundial de 2018. Estamos prontos para fazer, mas vamos cumprir o protocolo rigoroso da Fifa, ou seja, para cada árbitro que for atuar, precisará fazer cinco jogos online e cinco off-line. Como são quarenta escolhidos, são 200 jogos online e 200 off-line”, finalizou.

A inovação do auxílio de vídeo para a arbitragem causou a segunda polêmica em apenas duas partidas do Mundial Interclubes. Nesta quinta-feira, o Real Madrid venceu o América-MEX por 2 a 0, em partida semifinal da competição e o segundo gol dos merengues, anotado por Cristiano Ronaldo, foi anulado pelo árbitro por auxílio de vídeo em um impedimento inexistente. Em seguida, o juiz voltou atrás e validou o gol. A partida do dia anterior, entre Kashima Antlers e Atlético Nacional-COL também teve polêmicas.

https://www.msn.com/pt-br/esportes/futebol/cbf-est%C3%A1-pronta-para-usar-v%C3%ADdeo-mas-pede-calma-e-sugere-mudan%C3%A7as/ar-AAlBlvX

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: