Análise de Desempenho – 2017

” Juntos, com a estrutura que já temos, esperamos atingir o objetivo de valorizar as pessoas que atuam no apito qualificá-los ainda mais”.

ARBITRAGEM 2017

18/01/2017 às 18:53 | Assessoria CBF

Comissão debate análise e desempenho dos árbitros

Créditos: Fernando Alves / CBF

 

A Comissão de Arbitragem da CBF e representantes da Escola Nacional de Arbitragem (Enaf) reuniram-se nesta quarta-feira (18) para debater critérios técnicos de análise e desempenho dos profissionais de arbitragem durante os jogos da temporada 2017. O grupo levantou pautas e fez observações com a finalidade de elaborar nova forma de avaliação dos árbitros e evitar disparidades durante a temporada.

– Nós verificamos que há muitas inconsistências nos relatórios produzidos e no resultado final, então procuramos especialistas na área da arbitragem. Juntos, com a estrutura que já temos, esperamos atingir o objetivo de valorizar as pessoas que atuam no apito qualificá-los ainda mais – afirmou Marcos Marinho, presidente da Comissão de Arbitragem.

O árbitro Ítalo Medeiros de Azevedo (RN) acredita que construir um método de avaliação é necessário para evoluir o quadro de árbitros.

– A fórmula de análise de desempenho sofrerá mudanças para que, com um novo protocolo de análise, a gente possa partir para um método científico que nos dará um resultado mais preciso em relação ao comportamento da arbitragem no seu aspecto geral em todas as competições da CBF – concluiu.

Estiveram presentes à reunião Cláudio Cerdeira, membro da Comissão de Arbitragem; Ana Paula de Oliveira, secretária da Comissão de Arbitragem; José Roberto Wright, membro da Comissão Independente de Arbitragem; Marcos Marinho, presidente da Comissão de Arbitragem; Ítalo Medeiros de Azevedo, árbitro do quadro da CBF; Sérgio Correa, líder do projeto de Árbitro de Vídeo; Manoel Serapião Filho, diretor-presidente da Enaf; Nilson de Souza Monção, diretor-secretário da Enaf; Paulo Jorge, ouvidor da CBF; e Claudio Freitas, secretário da Comissão de Arbitragem.

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: