Apitinho de Ouro é sucesso

…. com a garotada de Fortaleza em Ceará x Vasco

Cinquenta meninos e meninas receberam as lições da arbitragem e desenvolveram atividades no Castelão neste sábado (26)

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

Apitinho de Ouro é realizado em Fortaleza (CE) no duelo entre Ceará e Vasco

O Apitinho de Ouro Inicia a sua segunda etapa. Realizado pela primeira vez em março de 2017, o projeto foi reformulado e, agora em parceria com o CBF Social, agitou a garotada de Fortaleza (CE) que tem o sonho de seguir o caminho na arbitragem. Com o apoio da Federação Cearense de Futebol, a ação foi iniciada na última quinta-feira (24) com a preparação aos meninos e meninas com idade entre 10 e 15 anos. O treinamento continuou na sexta (25) e os jovens tiveram uma nova aula no duelo entre Ceará e Vasco, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Castelão, neste sábado, e ainda participaram do protocolo de entrada em campo com o trio de arbitragem. 

O instrutor CBF Márcio Verri Brandão foi o responsável por passar os valores e princípios da arbitragem aos jovens. Aproveitando a campanha do respeito aos árbitros, lançada neste ano pela CBF, o projeto tem como objetivo ajudar não só na formação de possíveis futuros árbitros e assistentes, mas de grandes cidadãos.

– Esse é um projeto social especial. Meninos e meninas de 12 a 15 anos, o que eles fizeram aqui, a vontade, o apoio dos pais e das mães… Foi tudo muito legal. Não é só ensinar superficialmente as técnicas da bandeira, as lições do apito, mas ensinamos de vida. Mostramos que é necessário respeitar as pessoas e passamos que ninguém faz nada sozinho. A família ensina, mas nós ajudamos a alertar isso – destacou Márcio Verri.

Meninos e meninas tiveram lições sobre como sinalizar impedimentos, faltas e lateais utilizando as bandeirinhasMeninos e meninas tiveram lições sobre como sinalizar impedimentos, faltas e lateais utilizando as bandeirinhas

Créditos: Pedro Martins / CBF

O Gerente de Desenvolvimento Técnico, Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF, Diogo Netto, participou das atividades. Um dos responsáveis pelo CBF Social, o profissional mostrou alegria pela execução de mais um projeto com sucesso e destacou que a ideia é levar o Apitinho de Ouro para todo o Brasil.

– É um projeto maravilhoso. As crianças aprendem as regras básicas da arbitragem e as regras para a vida. A metodologia de ensino passa as habilidades para a vida. Elas vão voltar para as suas casas e replicarão o que aprenderam para seus familiares e amigos. São crianças de projetos sociais que tiveram a oportunidade de vivenciar uma partida de futebol, em um estádio maravilhoso, de Copa do Mundo, e estamos contentes com os resultados até aqui alcançados – acrescentou Diogo Netto.

Os cerca de 50 meninos e meninas tiveram lições sobre os três ofícios da arbitragem. No centro do gramado do Castelão, os participantes começaram aprendendo as funções de auxiliar, sobre como sinalizar impedimentos, faltas e laterais utilizando as bandeirinhas. Na sequência, o protocolo do árbitro de campo foi transmitido, passando como aplicar os cartões, sinalizações do apito em diferentes momentos do jogo e uso do árbitro de vídeo (VAR).

 

https://www.cbf.com.br/a-cbf/informes/cbf-social/apitinho-de-ouro-e-sucesso-com-garotada-de-fortaleza-em-ceara-x-vasco

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s