Clubes e o AAV

CBF vai submeter implantação do árbitro de vídeo aos clubes em conselho técnico

Entidade vai apresentar o projeto e os custos que serão divididos com as equipes em reunião em fevereiro. ”Se houver o sinal verde, nós estamos preparados”, diz Coronel Marinho


Por Edgard Maciel de Sá e Guilherme Oliveira, Rio de Janeiro

 

https://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/cbf-vai-submeter-implantacao-do-arbitro-de-video-aos-clubes-em-conselho-tecnico.ghtml

A implantação do árbitro de vídeo na próxima edição da Série A do Campeonato Brasileiro ainda não é uma certeza. O projeto será apresentado pela CBF aos clubes e colocado em votação no conselho técnico da competição, em fevereiro. O custo terá de ser dividido entre as equipes e a entidade.

Implatação do árbitro de vídeo na Série A depende da aprovação dos clubes; Custos serão divididos (Foto: Beto Azambuja / GloboEsporte.com)

Implatação do árbitro de vídeo na Série A depende da aprovação dos clubes; Custos serão divididos (Foto: Beto Azambuja / GloboEsporte.com)

– Teremos o conselho técnico da Série A no início de fevereiro, onde será apresentado todo o trabalho que tem sido feito em cima do árbitro de vídeo. Os contratos, os custos, a importância… Os clubes vão decidir se será implantado ou não. Vamos aguardar. Teremos uma posição depois dessa reunião – disse o presidente da comissão de arbitragem, Coronel Marinho, após a entrega das insígnias da Fifa aos árbitros brasileiros do quadro internacional em 2018.

A empresa que vai fornecer os equipamentos será definida em uma concorrência privada. Segundo Marinho, a estruturação é o maior problema.

– Vamos ver a viabilidade de cada empresa, as demandas não são tão simples. Depois da reunião teremos a certeza. Estamos aguardando ainda a divulgação do arbitro de vídeo pela Fifa, será em fevereiro também. Não é tão simples fazer. Temos que preparar todos os estádios, alguns não oferecem tantas condições. Tudo isso tem que ser analisado e será passado aos clubes.

– Se houver o sinal verde, nós estamos preparados. Os árbitros já foram treinados e ainda farão mais treinamentos para executar esse trabalho.

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s