Lista FIFA 2018

HONRARIA MÁXIMA

09/01/2018 às 18:43 | Assessoria CBF

Trio de arbitragem feminino recebe insígnias FIFA

Três representantes da arbitragem feminina no quadro da FIFA receberam as insígnias de 2018 na tarde desta terça-feira (9), na sede da Confederação Brasileira de Futebol, no Rio de Janeiro (RJ). O trio formado pela árbitra Rejane Caetano (RJ), e as assistentes Daiane Caroline Muniz dos Santos (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO) recebeu os escudos pelas mãos de Fernando Sarney, vice-presidente da CBF. A cerimônia contou com a presença do presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, e da coordenadora nacional de Instrução e integrante da Comissão de Arbitragem, Ana Paula de Oliveira.

O trio recebeu as insígnias anteriormente aos outros árbitros porque viajará em breve para o Sul-Americano Sub-20 Feminino do Equador. A competição será disputada de 13 a 31 deste mês de janeiro. A expectativa delas para o torneio é grande.

– É uma grande realização. É o sonho de todos que estão no quadro de cada Estado, chegar ao nível máximo da arbitragem, carregar o escudo FIFA e representar o nosso país. Estamos viajando amanhã para o Sul-Americano e a expectativa é muito boa para representarmos bem o Brasil – destacou Rejane, de 31 anos.

Daiane vai integrar o quadro da FIFA pela primeira vez. No mesmo momento em que recebeu esta notícia, foi convocada para o Sul-Americano Sub-20. Aos 29 anos, a assistente do Mato Grosso do Sul descreve como foi a emoção.

– A notícia do escudo veio junto com a convocação para o Sul-Americano. Por isso, o preparo já foi iniciado logo no dia seguinte. É um momento indescritível. A gente trabalha tanto, se prepara tanto, e quando surgem essas oportunidades, temos de agarrar – acrescentou.

Enquanto uma está estreando, Márcia Bezerra Lopes Caetano é integrante do quadro da FIFA desde 2009. Aos 43 anos, a representante de Rondônia, que foi a primeira mulher a passar no teste físico em meio aos homens, afirma que a emoção segue como a de iniciante e transmite conselhos aos mais jovens.

– O sentimento é que como se fosse a primeira vez. Recebemos todo ano, mas representar um escudo importante como o do Brasil é muito bom. A gente passa aos outros colegas que trabalhem porque a hora vai chegar. É o trabalho de um ano inteiro. Trabalhar para ser reconhecido e ter uma oportunidade na competição internacional. Estaremos lá e vamos representar o Brasil com muito orgulho – finalizou.

https://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/trio-de-arbitragem-feminino-recebe-insignias-fifa?ref=more#.Wly1IWhSyUk

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: