100 jogos na Série A

HISTÓRIA NA ARBITRAGEM

21/11/2017 às 17:28 | Assessoria CBF

Anderson Daronco: 100 jogos na Série A

Anderson Daronco não pensava em ser árbitro de futebol. No fim da graduação em Educação Física, fez um curso apenas como complemento de carga. Apaixonou-se pela atividade. Dezoito anos depois, nesta segunda-feira (20), em Fluminense x Ponte Preta, completou seu 100º jogo na Série A do Brasileirão.

Ele considera esse momento crucial um verdadeiro acaso, já que o primeiro contato com a arbitragem mudou o rumo de sua carreira. Daronco, hoje, é árbitro FIFA, credenciado para atuar em qualquer jogo de futebol do planeta.

– Foi uma espécie de amor à primeira vista. Me identifiquei com a atividade e recebi muito apoio pra seguir e alcançar essa marca histórica. Antes das partidas, há todo um estudo das equipes, análise da situação e preparação ao lado de toda a equipe de árbitros assistentes – afirmou.

Nesta segunda, por exemplo, Daronco e sua equipe escalada a partir do sorteio da Comissão de Arbitragem da CBF chegaram ao Maracanã às 14h30 para a partida que só começaria às 17h. Trinta minutos depois, entraram em campo para uma primeira vistoria, conferindo as marcações, traves e redes.

Quando faltavam 45 minutos para a bola rolar, aqueceram no gramado, já com a torcida no estádio. Rotina de trabalho desde a estreia na Série A, no duelo entre Coritiba e América Mineiro, em 2011.

Aos 36 anos, Anderson já trabalhou em 19 jogos do Brasileirão desta temporada, além dos campeonatos estaduais, internacionais e as Eliminatórias da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. Conhecido pelo porte físico privilegiado, ele agradece a quem confiou em sua competência e lembra dos companheiros de gramado.

– Prefiro não citar todos os nomes para não esquecer de ninguém, mas falei, pessoalmente, com todos. Aproveito para agradecer aos assistentes, sem os quais o trabalho do árbitro seria muito mais complicado – concluiu.

 

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: