Em 2012, novo chefe…

… dos juízes acumula funções

São Paulo, quinta-feira, 09 de agosto de 2007

Nomeado pela CBF, Sérgio Corrêa preside sindicato e trabalha para FPF

RODRIGO MATTOS, DA REPORTAGEM LOCAL

Novo presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, interino por enquanto, Sérgio Corrêa da Silva tem histórico de ações e relações controversas em sindicatos de juízes e na Federação Paulista de Futebol.

Justiça comum enxergou irregularidades em eleição na associação dos árbitros que foi organizada pelo comandante da arbitragem:

No início do ano, Corrêa foi acusado judicialmente de ter cometido irregularidades na eleição da Associação Nacional de Árbitros de Futebol (Anaf). Ele era o responsável por conduzir o processo. A Justiça do Rio anulou a votação devido a problema nos registros de chapas e de eleitores para o pleito.

Comentário: como presidente da comissão eleitoral, informei aos candidatos sobre a impossibilidade da eleição, pois qualquer que fosse o vencedor, os perdedores iriam recorrer e o pleito, com absoluta seria anulado, como foi ….

Mas a participação sindical do dirigente da CBF é anterior. Ele é o presidente do Safesp (Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo) desde 2002. Nessa condição, também acumulou cargo como secretário da Escolas de Árbitros da FPF, entidade que pode ser alvo de reivindicações ou críticas dos juízes do Estado.

Foi no sindicato paulista que começou a ter destaque no cenário da arbitragem nacional. Antes, sua carreira de árbitro de 11 anos, de 1989 a 2000, é pouco lembrada.

Chegou à presidência do Safesp após ser vice de José de Assis Aragão, que apitou em Copa do Mundo.

“Acho complicada essa relação, como presidente do sindicato e funcionário da federação”, comentou Aragão.

Comentário: Aragão não apitou Copa do Mundo. Assumi a presidência da CA-CBF, em 07/08/12 de forma interina. Fui autorizado a finalizar os trabalhos da Escola de Árbitros “Flávio Iazzetti”, da FPF até dezembro de 2007. Ao ser efetivado, solicitei licença da presidência do SAFESP, assumindo o vice-presidente Dárcio Pereira. Todos estes fatos foram deliberados em Assembléia Geral, cujo teor pode ser extraído em cartório competente.

O ex-árbitro foi concorrente na eleição da Anaf em janeiro de 2007. Sua chapa era de oposição. O grupo de Edson Rezende, ex-presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, apoiava Jorge Paulo Gomes de Oliveira.

Outro oposicionista na eleição era Jorge Travassos, cuja candidatura foi impugnada pela comissão eleitoral por falta de pagamento de anuidades por membros da chapa. A decisão foi tomada por Corrêa e acabou contestada na Justiça.

Travassos alegou que árbitros em situação irregular votaram e outros, aptos, foram impedidos. Afirmou que foi impedido de participar da eleição e que não recebeu documentação sobre o pleito. Por isso, disse que havia vícios que comprometiam a legalidade da votação.

Comentário: Jorge Travassos faleceu em 04 de agosto de 2016.

Não houve contestação da Anaf a essas acusações nesta ação. Assim, a 22ª Vara Cível determinou que todos os fatos eram considerados verdadeiros e a eleição foi anulada.
“Sérgio [Corrêa] cometeu irregularidades neste processo”, acusou Travassos.

Se tem poder dentro dos sindicato, Corrêa goza de bom trânsito entre dirigentes. A Folha apurou que o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, consultou o presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, antes de nomear o novo presidente da Anaf. Del Nero recusou-se a dizer se foi procurado pela confederação, mas elogiou a escolha.

“É um homem competente à altura do cargo”, afirmou o dirigente da federação.
Corrêa é interino, mas Teixeira teve tempo para nomeá-lo. Segundo apurou a reportagem, Édson Rezende avisou há um mês que tinha problemas de saúde e teria que pedir demissão. O presidente da CBF pediu que ele ficasse até arrumar um substituto.

Comentário: Em 9 de julho de 2007 fui informado da saída de Edson Rezende que atravessava crise renal. Após ser finalizado os jogos pan-americanos de 2007, realizados no Rio de Janeiro, fui nomeado de forma interina, haja vista que Antonio Pereira da Silva, por motivos profissionais, declinou o convite feito. Fiquei na presidência até 22 de agosto de 2012, com Aristeu Leonardo Tavares assumindo e lá permanecendo até 26 fevereiro de 2013. De forma interina, Edson Rezende assume até 4 de abril de 2013, quanto, então, Antonio Pereira assumiu a presidência até 14 de maio de 2014, quando fui convidado a retornar.

Optou por Corrêa, que já era membro da comissão de arbitragem desde 2006. Além de juiz, o novo comandante da arbitragem é oficial da Aeronáutica, já na reserva.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0908200711.htm


São Paulo, quinta-feira, 09 de agosto de 2007  – Folha de São Paulo

SILÊNCIO: CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA E CORRÊA NÃO COMENTAM CONFLITO

Nem a comissão de arbitragem nem a CBF falaram sobre o fato de a Justiça ter contestado decisão de Sérgio Corrêa da Silva na eleição na Anaf ou sobre ele acumular cargo sindical. A Folha procurou Corrêa em seu celular, mas não obteve resposta. E enviou perguntas à CBF, mas assessores disseram estar proibidos de respondê-las. O Safesp tampouco respondeu. No site da Anaf, Corrêa diz que impugnou a candidatura de Jorge Travassos por falta de pagamento de anuidade (o site lista os pendentes).

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0908200712.htm

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s