QUANDO PARAR?

– No início, as medidas foram muito criticadas, como costuma acontecer, mas, agora, já vemos os bons resultados, como o maior tempo de bola rolando – destacou o ex-árbitro, ex-presidente da ANAF e atual comentarista da Rede Globo Minas, Márcio Rezende

Márcio Rezende: pós-arbitragem

07/08/2015 às 15:55 | Assessoria CBF

Créditos: CBF

 

O ex-árbitro FIFA, Márcio Rezende, apitou a Copa do Mundo de 98 e, atualmente, trabalha como comentarista da TV Globo. Ele foi o responsável por falar, no Seminário de Arbitragem, sobre a carreira do árbitro e o que fazer após deixar o apito.

Rezende falou sobre diversos temas ligados à boa arbitragem e também ressaltou o lado humano do profissional. Um assunto que chamou atenção dos árbitros e instrutores participantes foi o papel do árbitro: autoridade, conquistar e manter.

– As grandes dificuldades do árbitro em uma partida são tomar uma decisão polêmica, não perder controle do jogo, manter a calma e não se deixar incomodar. Vocês têm que saber o que precisam fazer dentro de campo e deixar tudo que pode atrapalhar fora dele – concluiu.

Márcio Rezende elogiou a campanha da CBF para melhoria do espetáculo: A Cruzada pelo Respeito.

– No início, as medidas foram muito criticadas, como costuma acontecer, mas, agora, já vemos os bons resultados, como o maior tempo de bola rolando – destacou o ex-árbitro.

Assista à entrevista de Márcio Rezende:

http://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/marcio-rezende-pos-arbitragem#.WJFRgPnhDIU

Autor: Sérgio Corrêa

Árbitro na Federação Paulista de Futebol (1981-2001) e da Confederação Brasileira de Futebol (1989 a 2001); Ocupou cargos administrativos nos sindicatos entre 1990-93 e 1996-03, Eleito e reeleito presidente para dois mandatos: o primeiro compreendido entre 03/02/2003 a 08/04/207 e o segundo, de 09/04/2007 a 08/04/2011. Deixou a função para assumir a presidência da CA-CBF. Pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol ocupou os cargos de secretário-geral, entre 25/10/1997 e 13/05/2003. Já, na Comissão de Arbitragem, foi secretário-geral entre 25/10/2005 e 06/08/2007. Nomeado presidente da CA-CBF em duas oportunidades, a primeira entre 07/08/2007 a 22/08/2012, a segunda, de 13/05/2014 a 28/09/2016. Também foi diretor-presidente da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol, entre 07/01/2013 a 12/05/2014. Atualmente, continua chefiando o DA (desde 22/08/12) e lidera o projeto de árbitro assistente de vídeo, nomeado junto a FIFA desde 15/09/2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: